Consequências da MGF

A mutilação genital feminina acarreta um conjunto de consequências que têm um grande impacto para a vida mulher. Estas consequências podem-se dividir em físicas e psicológicas e podem-se fazer sentir tanto na altura da prática como nos anos que se seguem. É frequente que durante esta prática ocorram complicações, principalmente no tipo III.

A gravidade destas vai depender destes factores:

· A extensão do corte;

· A habilidade do operador;

· A higiene dos instrumentos usados;

· A condição física da criança.

As consequências físicas da prática da MGF são, genericamente, as seguintes:

· Hemorragia abundante que poderá levar á morte;

· Retenção de urina;

· Lesões em órgãos vizinhos (uretra e recto);

· Infecções crónicas do tracto urinário;

· Sida (porque os instrumentos utilizados nas operações não são apropriados nem devidamente esterilizados);

· Infertilidade;

· Infecções no aparelho reprodutor devido a obstruções do fluxo menstrual;

· Dores severas durante as relações sexuais;

· Complicações durante o parto;

· Entre outras….

Relativamente às consequências psicológicas, a mulher mutilada pode sofrer uma série de traumas psicológicos que incluem:

· A ansiedade;

· O terror;

· A humilhação;

· A traição.



Todos estes sentimentos são agravados quando existe algum problema durante a execução da prática, pois a culpa recaí na suposta promiscuidade das raparigas.


O Parto


O parto é um dos aspectos preponderantes na vida da mulher vítima de MGF, pois geralmente durante o parto os obstetras são forçados a fazer um longo corte, devido à reduzida abertura na vagina, que se corre o risco de lesar o recto ou a uretra. Quando as mulheres não têm acesso a bons cuidados de saúde e o parto é feito em casa ou em hospitais com condições precárias estas lesões são frequentes.


As relações sexuais


A mutilação genital feminina pode tornar as relações sexuais da mulher muito dolorosa, sendo mesmo perigosa no caso da mulher sofrer um rasgão. Além da dor excruciante que a mulher sente, esta não tem qualquer prazer sexual.
(Fontes: Dra Halimatou Bourdanne in http://tilz.tearfund.org/Portugues/Passo+a+Passo+21-
e www.amnistia-internacional.pt)

1 comentário:

  1. Oi,eu fui mutilada aos 8 anos,agora tenho 16 anos tive relações sexuais com o meu namorado houve sangramento durante a relação e foi dolorosa.
    Estou preocupada porque tenho a menstruação atrasada não sei que possa ser..agradecia uma explicação!Obrigada!

    ResponderEliminar